Idos de Março: Illinois

Alguns estados americanos são famosos no resto do mundo, como a Califórnia, a Flórida e Texas. Outros são bastante obscuros, mas possuem importantes pontos turísticos: Dakota do Sul (Monte Rushmore), Utah (Arco Delicado) e Nevada (Las Vegas). Mas um estado talvez resuma os Estados Unidos como nenhum outro (embora vote mais nos democratas do que nos republicanos, à diferença de Ohio). É o estado de Abraham Lincoln e de Barack Obama, o Illinois.

Um dos estados mais importantes do Meio-Oeste, Illinois possui características demográficas e econômicas similares às dos Estados Unidos como um todo: a grande cidade de Chicago e suas adjacências formam um belo exemplo da vida urbana e suburbana nos EUA; o interior do estado tem fazendas e economia rural de exportação. As cidades menores votam nos republicanos, Chicago e suas vizinhas votam nos democratas. E talvez seja o estado com as regras eleitorais mais confusas no caso do GOP.

As primárias “loophole”

No caso democrata é simples: todos os 156 delegados disputáveis por eleição serão distribuídos proporcionalmente entre os candidatos que obtenham mais de 15% dos votos. Como sobraram apenas Bernie Sanders e Hillary Clinton, é certo que ambos atingirão a marca e dividirão os delegados em proporção ao voto nos distritos e no estado como um todo.

Mas os republicanos de Illinois votam num sistema confuso, semi-indireto e até mesmo inacreditável, chamado de “loophole”. A explicação no site The Green Papers talvez seja mais confusa que o sistema, que talvez possa ser resumido assim:

  1. Primeiramente cada candidato escolhe três representantes de sua candidatura em cada um dos dezoito distritos de Illinois para serem seus candidatos a delegados, perfazendo portanto 54 delegados.
  2. Esses candidatos a delegados receberão votos para comporem a comissão que Illinois enviará para a Convenção Nacional Republicana. Ou seja, o eleitor vota nos delegados, e não nos candidatos (embora o nome destes esteja também na cédula).
  3. Além de votar nos três delegados de sua preferência, o eleitor dá um quarto voto para o chamado “concurso de beleza”. Desta vez o voto é para os candidatos, e não para os delegados. O vencedor do concurso de beleza no estado fica com 15 delegados.

Ou seja: o vencedor do voto direto estadual ganhará 15 delegados e os outros 54 dependerão do voto em cada distrito. É provável que só se saiba o resultado final em Illinois no dia seguinte. O interessante é que não há nenhuma vantagem óbvia nesse sistema, pois os candidatos a delegados são obrigados a apoiar o candidato que definiram desde o começo. Há apenas o ônus de fazer o eleitor produzir quatro votos sendo que apenas um seria necessário.

Chances democratas e republicanas

As pesquisas mais recentes indicam uma proximidade muito grande entre Clinton e Sanders, tornando impossível o prognóstico. O mais razoável parece ser assumir a provável vitória de Sanders, pois o senador está em ascensão no Meio-Oeste após a vitória em Michigan. Talvez consiga até uma vantagem razoável em número de delegados, especialmente após os problemas ocorridos nos comícios de Donald Trump, devido a protestos feitos por apoiadores de Sanders.

Por falar em Trump, ele é o favorito em Illinois por apenas um motivo: a oposição está extremamente dividida. Trump deve ficar com seu já tradicional um terço dos votos, mas Cruz, Kasich e Rubio podem dividir os votos restantes de modo a garantir mais uma vitória com uma minoria expressiva a favor do bilionário. Principalmente Kasich, que deve ir bem em Chicago e seus subúrbios.

Se for preciso apostar em um segundo colocado, talvez Ted Cruz tenha a vantagem por estar sendo visto como a maior alternativa a Trump (a última pesquisa dá apenas 4 pontos de distância entre os dois). Mas o sistema “loophole” dificulta bastante a coordenação dos eleitores para fazerem o chamado “voto útil”. Também torna impossível imaginar quantos delegados serão atribuídos a cada candidato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s